Filmes completos do Mazzaropi grátis no youtube

 

O Museu Mazzaropi está disponibilizando gratuitamente 8 filmes de Mazzaropi em alta definição de imagem e som.  Os filmes foram restaurados e apresentam agora a qualidade original dos filmes. 

Uma oportunidade para descobrir ou rever sucessos de bilheteria dos incríveis anos 60 e 70 com Mazzaropi representando vários personagens que conquistaram o público, do inocente Zenó ao “temível” cangaceiro Bernardino, do playboy Pundoroso a tantos outros, sempre com a indelével marca do ator Mazzaropi. 

Zé do Periquito (1960)

Neste filme Mazza interpreta Zenó, um tímido e pobre jardineiro de um colégio grã-fino que se apaixona por uma jovem estudante e em sua inocência é levado a acreditar, por influência de alguns rapazes maldosos, que ela sente o mesmo por ele. É o bastante para que ocorra uma série de situações hilárias onde a sorte do nosso herói será tirada no realejo. Qual será o destino deste romance impossível?

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


O Lamparina (1964)

Bernardino é um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero, acaba se disfarçando e é confundido com um deles. Incrementando a farsa em que se encontrou, faz sua família passar por seu bando e acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros, onde o destemido Lamparina vai ter que mostrar sua valentia.

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


O Puritano da Rua Augusta (1965)

Pundoroso é um pai de família extremamente conservador que deixa sua família maluca com sua mania de manter a moral e os bons costumes em primeiro lugar. Religioso ativo, invade cabarés e festas com seu grupo da igreja para pregar os versículos da Bíblia. Mas após sofrer um ataque do coração, nada vai ser como antes…

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


O Corintiano (1966)

Aqui Mazzaropi é Manoel, apelidado de Seu Mané, um fanático torcedor do Corinthians que entra em conflito com seu vizinho Leontino, um italiano palmeirense. Seu Mané faz de tudo pelo Corinthians, incluindo promessas malucas, orações a São Jorge, sofrimentos, e leva a sua família à loucura. Como se não bastasse, ele é um barbeiro com muitos problemas financeiros, já que se recusa a atender clientes palmeirenses, além de não cobrar dos seus clientes corintianos. 

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


Betão Ronca Ferro (1970)

Betão trabalha em um pequeno circo mambembe e vê seu emprego ameaçado quando a filha se casa com um jovem muito rico. Ele acaba tomando dinheiro emprestado dos sogros da filha para comprar o circo e passa a perambular pelas cidades com suas apresentações.

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


O Jeca Macumbeiro (1974)

Pirola é um pobre caboclo que vive na fazenda do patrão, o coronel Januário, morando num casebre com a família. Um dia recebe surpreso a visita de um velhinho amigo, Nhonhô, que, sentindo-se na hora da morte leva-lhe de presente um saco com dinheiro até a boca. Transtornado, Pirola não sabe o que fazer com o dinheiro e acaba levando-o a seu patrão, confiando-lhe a fortuna.

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


Jeca Contra o Capeta (1975)

Numa pequena cidade do interior, a notícia da aprovação da lei do divórcio alegra uma viúva de mau gênio cuja ideia fixa é conquistar o caipira Poluído. Este, porém, é bem casado e feliz. Após uma discussão sobre o divórcio, um dos empregados de Dionísia aparece morto, e o crime é atribuído ao filho do Poluído. Será que Dionísia vai conseguir o que quer?

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.


Jecão... um Fofoqueiro no Céu (1977)

Jecão e seu filho Martinho vão a São Paulo receber o dinheiro que ganharam na loteria esportiva, e quando regressam à cidadezinha onde moram são festivamente recebidos. A fortuna desperta a cobiça de um fazendeiro da região, Chico Fazenda, que, com seus capangas, assalta Jecão e acaba por matá-lo. Quando se torna um espírito, Jecão causa confusão no Céu, na Terra e no Inferno!

Confira aqui a ficha técnica completa do filme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *