1965

O puritano da Rua Augusta

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

1º rolo: Pundoroso, industrial recém-chegado de viagem, veicula sua nova religião pautada por firmes valores morais. Indispõe-se, logo de saída, com os filhos, “jovens transviados”, que recebem a proteção de Carmem, fogosa segunda esposa de Pundoroso, e de Dona Raimunda, mãe desta. Filomena e o marido Dagoberto, respectivamente irmã e médico de Pundoroso, posicionam-se a favor do industrial visando interesses financeiros. (294,2 m)
(São Paulo: centro da cidade – Viaduto do Chá, Avenida São João, Avenida 9 de Julho, túnel, Rua Augusta. Mansão: jardins, sala, sala de jantar. Automóveis. Empregados negros. Padre.)
2º rolo: A Liga Religiosa dos Ciprianistas, reunida em casa de Pundoroso, decide revigorar uma ampla campanha a favor da moralização dos costumes, hoje degradados nas roupas e nos costumes dos jovens. A filha Gaby, recém-retornada dos Estados Unidos, é marcante exemplo contrário à “filosofia” de Pundoroso e sua Liga. Medidas drásticas devem transparecer no interior das próprias casas e famílias. (289,3 m)
(Mansão: sala de jantar, quarto de rapaz, sala. Empregada negra. Automóveis.)
3º rolo: Na madrugada, a fiscalização da Liga mantém-se intensa, flagrando as “fugas” noturnas dos filhos mais velhos de Pundoroso e exigindo, em consequência, atitudes mais “saudáveis” como o bom trabalho a ser desempenhado na fábrica de Pundoroso. Este, inicialmente, se propõe a fazer pregações em praça pública. (287,4 m)
(Mansão: quarto, sala. Empregados negros. Escritório de fábrica. Praça pública, banda musical, entoação do “hino dos ciprianistas” – Mazzaropi canta inclusive. Ônibus Lapa-Praça da Sé.)
4º rolo: Depois, entoam pregações moralizantes em uma boate, provocando grandiosa confusão. Na casa de Pundoroso, todavia, os jovens assumem a nova dança do “twist”. O pai, ao retornar, expulsa os “vândalos” de sua casa e enfrenta a revolta da esposa, da sogra e dos filhos. Filomena e Dagoberto apartam a discussão. (287,4 m)
(Mansão: sala. Elza Soares e Waldyr Mussi e seu conjunto – 20 m cantam “O negrinho e a senhorinha”. Boate: interiores. Gerente. The Jordans – 135 m – e Lancaster – 189 m, conjunto de “twist”. São Paulo: Rua Augusta. Empregada negra.)
5º rolo: A Liga dos Ciprianistas decide atacar os “demônios” de uma turma de “jovens inconsequentes”. Pundoroso passa mal e Dagoberto recomenda repouso absoluto. A família reluta em tirar férias com o pai mas, sabendo tratar-se de um caso de vida ou morte, convencem-no a sair de São Paulo. (277,8 m)
(Mansão: sala. Escritório da Liga (tipo Exército da Salvação). Praça Pública, conjunto de “twist” – Lancaster?.)
6º rolo: A família inteira decide ir à praia, acatando ordens de vestirem antiquíssimos maiôs, com exceção de Carmem e seu audacioso traje de banho. Pundoroso tem uma nova recaída e retorna a São Paulo. Para surpresa geral, o moralista tira proveito de sua doença, contratando Lili, uma “boa” enfermeira particular, e castigando a esposa e a sogra com atitudes que incorporam a juventude. (296,3 m)
(Mansão: quarto, jardins. Guarujá, SP: praia, mar. Empregados negros. Automóveis.)
7º rolo: Carmem e Raimunda acatam as novas ordens mas se irritam com as “semvergonhices” de Lili e Pundoroso. Os filhos se divertem e cobiçam a enfermeira. Pundoroso participa, e vence, uma “gincana” automobilística para a qual arrasta a sogra, sem o consentimento desta, em incríveis emoções juvenis. Carmem e Raimunda começam a mudar de idéia quanto aos costumes “modernos”, ora adotados por Pundoroso. (290,2 m)
(Mansão: jardins, sala, quarto. Parque Ibirapuera. Mazzaropi canta – 189 m. – “Sou mais eu”. Automóveis. Empregado negro. Praça pública.)
8º rolo: Os negócios de Pundoroso começam a periclitar. Carmem, involuntariamente, trama a internação dele em um hospício. Pundoroso e Gaby desaparecem repentinamente. Filomena, percebendo um estratagema por detrás destes desaparecimentos, provoca ampla discussão em família. Pundoroso é retirado do sanatório, após rápidas investigações. Raimunda decide abandonar a casa e Carmem se defende das acusações. (280,9 m)
(Praça pública. Empregados negros. Escritório de fábrica. Mansão: sala, quarto. São Paulo: Rua Augusta. Sala de espera, médico, varanda de hospital.)
9º rolo: Pundoroso, apoiado pelos filhos, decide separar-se de Carmem mas a reclusão de Gaby em um convento torna a reuní-los. Dagoberto propõe um meio-termo moral e reaviva o amor de Carmem por Pundoroso que, ora menos fanatizado, retira Gaby do convento e se despede de seus irmãos da Liga. (293,5 m)
(Mansão: sala, jardins. Convento, freiras. Automóveis. Banda musical, “hino dos ciprianistas”.)
São Paulo: Parque Ibirapuera, Rua Augusta. Ambiente urbano, classe média. Juventude, moralismo, novos costumes. Comédia de costumes.

Elenco

Amácio Mazzaropi (Pundoroso) • Marly Marley (Carmem) • Marina Freire (Raimunda) • Elisabeth Hartman (Filomena) • Edgard Franco (filho do Pundoroso) • Henricão (empregado da casa) • Gladys • Julia Kovacs • Darla • Marlene Rocha • Carlos Garcia • Zéluiz Batista Pinho • Claudio Maria • Augusto César Ribeiro • Aristides M. Ferreira • Cleusa Maria • Etelvina dos Santos • Humberto Militello • Durvalino Simões • Sonia Maria dos Santos • João Batista de Souza • Celso F. Guizard

Comédia, ficção; 102 minutos; censura livre

Cia. Produtora: PAM Filmes (Taubaté, SP)
Direção: Amácio Mazzaropi
Assistente de direção: John Doo, Norbert Spiegler, Pena Filho
Argumento: Amácio Mazzaropi
Colaborou no roteiro: Alvim Barbosa
Diretor de fotografia: Giorgio Attili
Câmera: Geraldo Gabriel
Assistente de câmera: Rosalvo Caçador
Foquista: Maciel Afonso Fraga
Engenheiro de som: Constantino Warnowsky
Assistente: Alexandre Warnowsky
Montagem: Mauro Alice
Maquilagem: Maury Viveiros
Direção musical: Hector Lagna Fietta
Solos de violino: Elias Slon
Canção: “Sou mais eu” Let Kiss (sic), de Nazareno de Brito, canta Mazzaropi; “O neguinho e a senhorinha”, de Noel Rosa e Abelardo da Silva, canta Elza Soares; “Você fugiu da escola”, de Dora Lopes e Gilberto Lima, canta Claudio Guimarães; “Hino dos ciprianistas”, de Elpídio dos Santos
Conjuntos: The Jordans; Lancaster; Waldyr Mussi e seu conjunto    
Continuidade: Adalberto Pena
Estúdio de filmagem: Cia. Cinematográfica Vera Cruz
Laboratório de imagem: Rex Filme S. A.
Sistema cor: b x p
Metragem: 2.598,8m
Filmado em: 35mm; em 24 q
Local da produção: São Paulo, SP
Ano de produção: 1965

 

Fotos de cena e bastidores

Divulgação (Lobby Cards)

CARTAZ