Uma Pistola para Djeca

Gumercindo trabalha em uma fazenda e tem uma filha chamada Eulália.
Esta é seduzida por Luiz, filho do fazendeiro coronel Arnaldo, que a engravida.
Nove anos depois, a criança com o nome de Paulinho é alvo de fofocas dos colegas por não ter pai.
Gumercindo pressiona seu patrão, cel. Arnaldo, para que exija o casamento de Luiz com Eulália, afim de resolver o problema do neto. Mas o fazendeiro é um homem sem escrúpulos, ladrão de gado e expulsa Gumercindo de suas terras. Este, então, une-se a fazendeiros vizinhos para o ajuste de contas.
Luiz, prestes a casar-se com a filha do cel. Bezerra, é assassinado, recaindo as suspeitas sobre Eulália.
Mas o capataz do cel. Arnaldo, Juvenal, acaba indo ao tribunal e se entrega pelo assassinato, dizendo que fez pelo motivo do cel. ter negado a mão de sua filha Ângela, à qual havia pedido em casamento. (Tese de graduação “Vida e Morte do Jeca Tatu – um estudo sobre Mazzaropi” de Maria de Lourdes Vinhas Nilsson, Dalmo José de Aguiar e Wagner José Freitas de Oliveira. Orientadora: Luiza Irene Gozzo Galvão. Instituto de Ciências Humanas Universidade do Vale do Paraíba, 1996)

 

 

httpv://youtu.be/Zh7GTnql9L0

Elenco


Amácio Mazzaropi • Patrícia Mayo • Rogério Câmara
Wanda Marchetti • Paulo Bonelli • Yaratan Lauletta
Nello PinheiroElizabeth Hartman • Rildo Gonçalves
Zaíra Cavalcanti • Carlos Garcia • Linda Fernandes
Antenor Pimenta • Nena Fernandes • Araken Saldanha
Claudio Roberto Mecchi • Domingos Terras • Durvalino Souza
Iragildo Mariano • Francisco Gomes • Luiz Homero
Milton A. Pereira • Tony Cardi • Tony Vieira

 

comédia, ficção; 90 minutos; censura livre

 

cia produtora PAM Filmes
distribuição PAM Filmes (Taubaté, SP)
direção Ary Fernandes
assistente Adalberto Pena
argumento Amácio Mazzaropi
roteiro Amácio Mazzaropi e Ary Fernandes
fotografia Pio Zamuner
produtor Amácio Mazzaropi, Carlos Garcia
sonografia Flávio B. Correa
montagem Glauco Mirko Laurelli
cenografia José A. Vieira
música Hector Lagna Fietta
canções “Canção do Vento” de Paulo Kiko, canta – Silvana; “Confins do meu sertão” de Ademir Monezzi e Carlos Paschoalin, canta – Mazzaropi; “Catira” de Elpídio dos Santos, cantam – Os Caçulas e Afonso Barbosa
gerente Salvador Amaral
laboratório imagem Rex Filme S.A.
sistema cor Eastmancolor
ano de produção 1969

 

One Comment

  1. […] Mazza com Rendenção vai além do sucesso dos longas exibidos. A cidade foi cenário para o filme Uma Pistola para D’Jeca, em que alguns moradores foram figurantes. É o que conta a Maria Rosângela de Paula, 57 anos, […]

Deixe um Comentário

Museu Mazzaropi - todos os direitos reservados.